Como cuidar de um filhote de gambá

Eu estava pesquisando na internet qual o tipo de alimentação que devemos fornecer a filhotes de gambá, e não encontrei nada muito completo em português. Neste site encontrei informações claras e objetivas, divididas em passos, portanto fiz uma tradução livre do mesmo para postar por aqui.

Eu nunca precisei cuidar de um filhote de gambá, mas em todo o material que pesquisei, e em relatos de quem já precisou cuidar de um, estes procedimentos foram os mais adequados. Caso alguém tenha sugestão ou correção sobre alguma informação, por favor deixe um comentário.

Materiais necessários:

  • Conta-gotas
  • Almofada de aquecimento, garrafa de água quente ou pacotes de arroz aquecidos
  • Solução eletrolítica de Pedialyte
  • Água destilada 
  • Leite
  • Mel
  • Gema de ovo
  • Sal
  • Comida enlatada para cão ou gato
  • Bolas de algodão

Filhotes de gambá são tão bem protegidos na bolsa da mãe que quando ela sofre um trauma fatal, como ser atropelado por um carro, os filhotes freqüentemente permanecem ilesos. Se você se deparar com um gambá órfão, entenda que ele tem necessidades muito especiais, ao contrário de outros animais selvagens órfãos, e deve ser entregue a um especialista, logo que possível. Entretanto, o cuidado inicial pode significar a diferença entre a vida e a morte.


Passo 01: Determinar se o gambá é filhote e se realmente é órfão e necessita de ajuda. Um gambá órfão que precisa de ajuda será inferior a 7 centímetros de comprimento do nariz até o fim do corpo, não incluindo o comprimento da cauda. Se você encontrar um gambá maior do que isso, ele é capaz de sobreviver por conta própria e é melhor deixá-lo sozinho a menos que ele esteja ferido. Se é um órfão real ou se ele está ferido avançar para a próxima etapa.

Passo 02: Aqueça o filhote envolvendo-o em um cobertor, agasalho, toalha, lã ou material similar. Coloque-o em uma caixa próximo a uma fonte de calor.  Por exemplo, colocar filhote em uma caixa em cima de uma almofada de aquecimento, ajustando a menor temperatura. Se você não tem uma almofada de aquecimento, garrafas de água quente ou pacotes de arroz aquecido também são eficazes. Certifique-se que o animal não entre em contato direto com o calor para evitar a queima ou superaquecimento.

Passo 03:  Oferecer ao filhote uma solução eletrolítica como Pedialyte diluído em água destilada - 1 / 2 xícara de solução eletrolítica misturado com 1 xícara de água. Certifique-se que o fluido fique morno, não frio, antes de tentar dá-lo para o gambá. Você pode tentar dispensar os fluidos através um conta-gotas, ou se o gambá é mais velho e já possui pêlos pode tentar oferecê-lo em uma tigela pequena. É importante não dar muito líquido; o melhor é oferecer uma quantidade pequena com freqüência.

Passo 04: Ajude-o a eliminar os resíduos para evitar inchaço, ruptura de bexiga e de outros graves problemas causados por não urinar ou não ter um movimento de entranhas. Para fazer isso, use um pano macio ou algodão umedecido em água morna. Suavemente esfregue a área genital o gambá e o ânus para estimular a resposta de eliminação. Isso pode demorar um pouco, mas não desista, esta etapa é imprescindível para a sobrevivência do animal.

Passo 05:  Contate um especialista que tenha experiência em cuidar de marsupiais órfãos, assim o animal terá maiores chances de sobrevivência. Tente contato com os órgãos ambientais locais, lembrando que é crime manter animal selvagem em casa.


Passo 06:  Tente alimentar o filhote com uma fórmula caseira enquanto aguarda o resgate por algum especialista. Faça a fórmula pela mistura de 1 gema de ovo, ½ xícara de leite, 1 colher de sopa de mel e uma pitada de sal. Alimente o gambá bebê freqüentemente em intervalos de cerca de 2 horas. É importante continuar a alimentação freqüente durante a noite para evitar a desidratação. Se o gambá órfão é muito pequeno deve ser alimentado com mais freqüência em intervalos de 1 hora, o mesmo vale para os animais que parecem fracos. Se o bebê gambá é mais velho, pesando um quilo ou mais você pode adicionar qualquer alimento enlatado para cão ou gato na fórmula. Não force a alimentação.


Lembrando que os gambás pertecem ao gênero Didelphis, e as espécies ocorrentes no Brasil são: Didelphis albiventris, Didelphis marsupialis, Didelphis aurita e Didelphis imperfecta.




Referências:
REIS, Nelio Roberto dos ; PERACCHI, Adriano Lúcio ; PEDRO, Wagner André ; LIMA, I. P. de . Mamíferos do Brasil. Londrina: N. R. Reis; A. L. Peracchi; W. A. Pedro; I. P. Lima, 2006. 437 p.

How to Help an Orphaned Baby Opossum: http://www.ehow.com/how_2214427_help-orphaned-baby-opossum.html

____________________________________________
Prezados,

Peço desculpas pela demora no retorno, mas realmente não estava com tempo para ler cada relato e poder contribuir de maneira significativa. Seguem as respostas às questões, que também estão sendo encaminhadas por email, a quem deixou o contato aqui.

Desde já agradeço a compreensão, e gostaria do retorno de vocês sobre os cuidados, me dizendo o que tem funcionado, o que não deu certo, como estão os filhotinhos.. Assim posso melhorar as informações contidas no blog.

E agradeço a boa vontade de vocês, em cuidar destes seres que quando filhotes são muito indefesos. O mundo precisa de mais pessoas como vocês!

E mandem as fotos do  bichinhos que vocês salvaram!

Contribuição Luciana Castelli
Olá Daniela
Eu resgatei do ataque de caes 3 filhotes de gambá . Infelizmente a mae morreu . Imediatamente procurei uma ONG , daqui da regiao de Vinhedo , que cuida de animais silvestres. Por problemas financeiros eles recusaram o resgate dos filhotes , entao comecei a cuidar deles em casa . Pesquisei na internet sobre filhotes de gamá e veio o seu blog .
Estou fazendo como vc esinou , aquecendo eles com uma luz amarela ( incandescente ) e jornal . Estimulei-os a urinar e defecar com algodao molhado em agua morna massageando a barriguinha e o anus . Incrivel pq um deles na hora fez xixi.
A alimentacao eu consultei a veterinaria da ONG que recomendou dar danominho , isso mesmo acredite , diluido em um pouco de agua . Eles adoram e ela disse me que é mais seguro que o ovo cru pois pode conter salmonela e prejudicar os filhotes .
Tb estou oferecendo papinha de banana ou mamao , sempre com um pouqnho de agua para facilitar a ingestao . Deixo um potinho com agua mas lembrando que precisa ser pequeno mesmo porque eles podem entrar dentro e se afogar ..... Eles sao curiosos e ja vi que eles entram no pote!
Outra dica legal que a veterinaria me deu foi colocar racao de gato , porque vai chegar um momento em que o dentinhos começam a nascer e eles gostam de roer .
Eu percebi que os filhotes aqui nao queriam mais tomar o danominho na seringa . Eles mordiam a ponta e a partir dai dei a racao e eles ja estao comendo ......
E o fundamental : trata-los como animais silvestres . Nao acaricia-los , ficar com eles no colo ..... Eles nao sao domesticados e nem domesticos ! Qdo recolocados na natureza precisam dos seus instintos proprios para sobreviver.

Um grande beijo a todos que protegem e amam os animais !
Luciana Castelli. Email lucastelli77@hotmail.com



Á Marcelo:
Cuidado ao aproximar os gambázinhos de gatos, porque eles tem o instinto da caça, podem acabar machucando-os. Mas de repente, se houver a certificação de que está tudo bem, você poderia tentar.

Eu li um artigo uma vez, sobre a adoção de filhotes de outas espécies por felinos de grande porte. A técnica utilizada, constava no uso de coletes com o cheiro da prole do felino. Ou seja, primeiro o colete deve ficar preso a um gatinho, por alguns dias, para ficar com o cheiro dele, depois então, deve ser colocado no gambázinho, simulando então que ele faça parte da prole. Mas a parte de alimentação é um pouco diferenciada. Os gambás não nascem completamente formados, na verdade terminam a maior parte do seu desenvolvimento dentro da bolsa da mãe. Enquanto permanecem lá dentro, eles ficam presos as mamas. Então tente alimentá-lo conforme os procedimentos descritos. Caso eles não aceitem uma seringa ou mamadeira pequena, utilize um conta-gotas, ou mesmo um cano fininho.

Sua outra pegunta diz respeito ao animal se virar sozinho depois da idade adequada? Se for isso, a medida que os animais forem crescendo, deve-se estimular a alimentação através de outros tipos de comida. Os gambás são animais onívoros, tem uma dieta muito ampla, desde pequenos animais, até frutos, sementes, insetos. Ele conseguirá se virar sozinho se vocês estimularem isso, não criando-o como um bichinho de estimação.

Á Fernanda Saens:
 Animais domésticos são um perigo para animais silvestres. Justamente por ser filhote, o gambá ainda não consegue se defender, e pode facilmente ser morto por cães ou gatos. O ideal é deixá-lo fora do alcance de outros animais.

Á Karine:
É normal ele querer ficar agarrado no corpo, afinal ele tem uma grande parte do desenvolvimento dentro da bolsa da mãe. Procure apenas não deixar ele muito próximo de humanos, para depois a soltura ser mais natural. Quanto a vômitos e diarréia, isso pode ser devido a mudança de alimentação. Vá fazendo “testes” para ver o que é menos indigesto para ele.

Á Nancy:
 “Tenho uma dúvida com respeito a este bichinho. Muitas pessoas me disseram que ele transmite a doença de chagas. Eu tinha alguma ideia sobre isso, mas nunca me preocupou muito. Existe esse risco com o animal tão pequenininho??”

Realmente os gambás são portadores do Trypanossoma (não só eles como outros marsupiais tbm), mas não há estudos comprovando a transmissão para humanos. Mas isso não é descartado.

O contágio da doença de Chagas se da no momento da picada do barbeiro, nao pela picada em si, mas sim através das fezes do bicho. Assim quando ele pica também defeca e é neste momento que acontece a infecção.

No caso dos gambás, eles adquirem o Trypanossoma ou através da picada de barbeiro ou pela locomoção e ingestão de alimentos contaminados (andar pelo lixo ou lugares sujos e ingestão de barbeiros, por exemplo). Se houvesse uma possivel transmissão de marsupiais para humanos, seria provavelmente atraves das fezes em contato com ferimentos abertos ou mucosas. Como já falei, não há comprovação sobre isto.

Prevenção nunca é demais, por isso ao manipulá-lo cuidado ao colocar as mãos sujas na boca e nariz e em ferimentos.
 
____________________________________________

Observação: A estudante de veterinária Fernanda Ferreira colaborou com muitas respostas nesta postagem, e em função de sua experiência cuidando de gambás, criou um blog só sobre o assunto: http://comocuidardegambas.blogspot.com  Não deixem de visitar e esclarecer melhor suas dúvidas!
122 Responses
  1. Boa tarde, professora eu lisobre filhotes, mas eu acho que tem um gamba que mora no tellhado da minha vizinha, nesse ano novo consegui tirar uma foto, gostaria de mandá-la se possivel, eu tenho dois gatos eas vezes ele sai a noite e minhas crianças tem medo, e tb estão preocupadas se ele vive bem onde esta e gostariam de ajudá-los!
    Obrigada, Lucélia!!!


  2. Daniela Says:

    Ola Lucélia, você não deixou um endereço para contato, espero que acesse novamente o blog. Pode mandar a foto para o endereço danybehs@yahoo.com.br.

    Sobre a preocupação de seus filhos, lógico que o melhor lugar para um animal silvestre viver, é em habitat natural, mas os gambás são adaptáveis ao meio urbano, porque possuem uma alimentação muito variada. O fato destes animais invadirem o meio urbano, se deve principalmente pela destruição de seu habitat e a escassez de comida.

    Eles não são agressivos, mas podem tentar se defender se sentirem ameaçados, soltando um odor desagradável, ou em casos extremos mordendo. Portanto o melhor seria encaminhá-lo à algum orgão competente para soltura em lugar adequado.

    Recomendo uma excelente leitura de um livro de um renomado pesquisador, voltado para o publico infanto-juvenil, o Dr. Mauricio Graipel. O título do livro é Saru, o guerreiro da floresta, e conta as aventuras de um gambá desde o seu nascimento, e também de quando ele passa um tempo pela cidade. A leitura é muito gostosa e o livro está num preço super acessível (R$30,00) e você consegue comprar pela internet.

    Obrigada pela visita!


  3. Anna Paula Says:

    Oi adorei seu blog, sou biologa e amo animais, estou cuidando de um filhote de gambá até ele ficar forte e entrgar as autoridades responsaveis,as informações que consegui foram muito importantes.


  4. Anônimo Says:

    Obrigado por fornecer dicas de como cuidar de uma gambá filhote, pois estou cuidando de dois órfãos e gostaria de saber qual órgão podemos contactar para quando eles ficarem maiores poderem viver em seu habitat natural, pois eles ainda estão muito novinhos, nem os olhos eles abriram ainda...qualquer sugestão que queira me passar meu e-mail é thati81@hotmail.com, ou se preferir pode me responder pelo blog.

    obrigado


  5. alliny Says:

    ola, minha cadela matou uma femea de gamba e em sua bolsa havia 5 filhotes. estou cuidando dels mas são muito novos nen abriram os olhos, infelismente 4 ja morreram. estou mantendo aquecido, amamentando de 2em 2 horas,existe mais alguma coisa que eu possa fazer? na minha cidade não tem nenhun orgão que possa cuidar dele ate poder ser solto na natureza. ja cuidei de outros orfaos da mesma espécie ate a reintrodução na natureza,mas pareciam ser um pouquinho maiores. esse mede 08 cm. aguardo ansiosa alguma resposta.


  6. Daniela Says:

    Olá Alliny, infelizmente você não deixou seu email.

    Continue mantendo o filhote aquecido, alimente-o com a mistura que coloquei no post. Hidrate ele em períodos curtos também.

    Não esqueça de fazer a massagem, é super importante (Passo 4), para ajudar na eliminação dos resíduos.

    Pelo o que você me falou, está cuidando bem do bichinho, continue assim! É realmente uma pena que na maioria dos lugares não existam centros para recuperação de animais silvestres.

    Se precisar de mais alguma ajuda me mande um email: danyrocker@gmail.com.

    Abraços


  7. ninja Says:

    achei uma gambá morta tinha 7 filhotes vivos peguei to cuidando mais quero soltar o q eu fasso..??


  8. Anna Says:

    Olá Daniela,
    Hoje de manhã encontrei um gambazinho órfão bem na frente da minha casa (moro em Floripa) e como adoro animais, não deixaria aquele pequeno abandonado a própria sorte.Aí dei uma pesquisada no google e encontrei seu blog. Ele é realmente bem pequeno (uns 6 cm, tem pelos e olhos abertos) mas não mastiga ainda, então dei leite morno com mel e uma pitada de sal, várias vezes, com um conta-gotas, e coloquei-o em um ambiente aquecido. Agora acabei de passar o algodão úmido, e deu certo. Entrei em contato com IBAMA e Polícia Ambiental, mas ainda não obtive resposta se virão buscá-lo. Agradeço demais as dicas!
    Anna

    acschwarz@hotmail.com


  9. Renata Says:

    Boa tarde, Estou deseperada!!! meu dog alemão matou uma gambá. e na bolsa dela havia 04 filhotes... como moro na serra. esta muito frio por aqui e estou tendo dificuldades em alimante-los e mante-los aquecidos.Como não havia lido o blog ainda, os alimentei com a ajuda de uma seringa apenas com leite desnatado morno.


  10. Anônimo Says:

    Bom dia, Daniela!
    Meu cachorro matou hoje uma gambá e encontramos dois filhotinhos, Mais tarde achei mais um. Eles são muito pequenos mesmo: nem abriram os olhos.
    Tentei dar a mistura que a Sra. recomenda, mas eles não abrem a boca.
    Além disso, o contagotas parece ser grande demais.
    Contatei o IBAMA, mas dissem que não é com eles e sim com a polícia ambiental, que não foi possível localizar. Pedi ajuda a outras pessoas, que aconselharam matar ou jogar fora. Não posso fazer isso!
    Por favor, me ajude.

    Nancy León
    Blumenau
    Santa Catarina


  11. Anônimo Says:

    Boa noite, professora
    Quero agradecer pelas orientações do blog, já que tinha perguntado a alguns veterinários e todos me dizeram que o problema era a diferença entre o leite de vaca e o leite de gambá.
    Observamos que, embora não sugassem, lambiam nossas mãos. Conseguimos assim que tomassem leite aos pouquinhos. Compramos uma pequena mamadeira e à noite um deles já sugava! O outro não o faz ainda, mas lambe o biquinho.
    Os colocamos numa caixa de isopor e usamos bolsa de gel quente e garrafas cheias de agua quente. Aquecemos tudo de novo cada duas ou três horas e assim os mantemos aquecidos. Mas eles parecem gostar mesmo é de estar entre as mãos!
    Eles parecem cheios de vontade de viver! Dá um trabalhão, e sei que não é comum eles sobreviverem, mas não vamos desistir!
    Tenho uma pergunta: fiz o estímulo com o algodão e imediatamente fizeram xixi. È o esperado ou eles devem também fazer cocô? E esse estímulo deve ser feito com que frequência?
    Novamente, agradeço muito pelas dicas que me permitem tentar salvar esses bichinhos tão comovedoramente indefesos.

    Nancy León
    nancilds@gmail.com


  12. Anônimo Says:

    encontrei um filhote de gambá que caiu de sua mãe quando estava fujindo, não sei o que fazer, podem me ajudar?


  13. Raoni Says:

    Olá Daniela! Gostaria de agradecer pelas informações do seu blog! A minha história é parecida com a de outros que postaram aqui, uma mãe morta na beira da estrada e um punhado de filhotes, e com a sua receita consegui fazer com que eles se alimentassem sem ter que força-los, o que foi um alívio! Ainda não consegui fazer com que eles defecassem mas, vou continuar tentando!! Mas enfim, obrigado pelo ótimo material!
    raoni_rvd@yahoo.com.br


  14. Anônimo Says:

    Olá Daniela!

    Neste último dia 2, caiu em minha cidade 80mm de chuva e Infelizmente houve problema no telhado do vizinho, onde apareceram 2 filhotes de gambá. Li todo o post e faço-lhe um pergunta: Com relação ao aquecimento, será que uma gata c/ seus filhotes resolveria o problema calorífico. Ela teve aceitação, porém os filhotes da gata "não", acredito que pelo odor diferenciado. Qto. alimentação materna pela gata, não obtive sucesso. Ademais, tu saberias me informar, se eu obter resultados positivos em mantê-los, cria-se um vínculo na qual eles perderiam a capacidade de buscar seu próprio alimento? Um forte Abraço.
    Marcelo Duarte - Mafra/SC
    thesender@bol.com.br


  15. cell Says:

    Boa tarde!
    Meu cachorro perseguiu uma gambá e dois filhotes caíram. Tentamos fazer com q a mãe os encontrasse, colocando-os numa caixa de papelão no telhado para onde ela fugiu, mas ela não voltou e eles estavam no mesmo lugar na manhã seguinte. Como lemos q eles ainda não são capazes de regular a própria temperatura e devem ser mantidos aquecidos,recolhemos os dois, q estão conosco há 5 dias. Fizemos uma incubadora, com uma caixa de papelão apoiada numa grelha sobre uma lâmpada. Cortei vários quadrados de tecido para q eles possam se esconder, como se fossem folhas. Eles estão com cerca de 10cm do focinho ao traseiro (sem contar a cauda) e pesam 30g cada (na segunda tinha menos de 25g).Têm pêlos e já têm vibrissas, o q parece indicar cerca de 9 semanas de vida.
    A cada 4h estamos alimentando-os com uma mistura de 1 parte de Petmilk para 2 água, e 1 de água de côco ou Pedyalite (eles preferem com água de côco). Eles bebem de uma tigelinha. Estimulamos a barriga com um cotonete úmido após, mas eles só têm urinado. Eles ficam bastante ativos ao serem retirados da caixa, parecem saudáveis, mas como os sites falam q eles tb devem defecar, estamos preocupados.

    Parabéns e muito obrigada por sua iniciativa de compartilhar informações úteis para nos ajudar salvar gambazinhos.

    Acho q seria útil para outras pessoas deixar a resposta aqui no blog.
    Obrigada, MM


  16. fernanda saens Says:

    Boa,querida!
    Agora a noite quando cheguei do trabalho em casa,tive uma calorosa visita de meus filhos e minha mãe,haviam resgatado três filhotes de gambá,a mãe e os outros irmãos foram devorados por cães de um visinho.Minha mãe que passava no local,assistiu o desespero de uma das vizinhas com os pequenos na mão e os outros,ordenando que ela os colocassem no lixo,como amo esses fofos,ela decidiu os trazer,mas são muitos pequeno,providenciei uma caixa de sapatos,forrei com jornais,uma manta de bebê e os enrolei em outra,quando os pegeui para alimentar,gritaram,são umas gracinhas,ja começaram a apresentar lanugem e os olhos estão bem fechados,posso iniciar a mistura? Pois até o momento só dei leite morno e com muita dificuldade,pois são pequeninos demais.Tenho cães e uma gata,como devo proceder,pois eles os cheiraram e não os avançaram,mas temo na madrugada a gata os pegar.Me ajude por favor,desde já lhe agradeço muito e te parabenizo pelo seu trabalho.Que Deus lhe abençoe e te ilumine sempre.


  17. Anônimo Says:

    Nossa, adorei o "Como cuidar de um filhote de gambá"! A minha vizinha tirou 4 filhotinhos da mãe morta, mas 1 acabou morrendo. Ela está dando um leite para recém-nascido, tipo Nan. São as coisas mais lindas!!! Eles tomam cerca de 4 colherinhas de café a cada mamada. São bem espertinhos. Vou falar com ela sobre esse lance de estimular a evacuação. Eu vi que unzinho fez um cocozinho, mas não sei quanto aos outros. Fiquei apaixonada! Ela colocou os bichinhos numa caixa com um paninho e uma lâmpada para aquecer. Realmente, a tempertura deles baixa enquanto estão se alimentando. Quando pode começar a oferecer frutas? Muito obrigada pelas informações!!! Gente, viva o gambá!!!!


  18. Anônimo Says:

    Obrigada pelas informações! ajudaram muito a cuidar de um filhote de gambá que caiu da bolsa da mãe em quanto ela fugia do ataque das gralhas. Só que agora ele está vomitando e tendo diarréias quando toma a mistura do leite, ovo e mel. Estamos dando iogurte de frutas e franboesas para ele. Já fazem 2 semanas q ele, apelidado de "Chico" abriu os olhos. Estamos fazendo massagem nele, ele tem feito coco e xixi normalmente. Terias mais alguma dica para nos dar?
    Estou impressionada como o gambazinho é um bichinho carente e carinhoso, ele só quer ficar agarrado no corpo da gente! Abraços, Karine.
    e-mail: xkarine@hotmail.com


  19. Anônimo Says:

    Olá,

    Achei um gambá morto no meu quintal, mas 3 filhotinhos sobrevivram. Gostaria de saber onde posso entregar estes filhotes. Moro em Campinas-SP

    Agradeço um retorno.

    Obrigado,

    Eduardo
    eduardo_lima22@yahoo.com


  20. Otávio Says:

    Olá Daniela! Ótimo blog! justamente oq eu estava pecisando. Meus cachorros mataram um gambá ontem e consegui salvar os filhotes, são 8! Suas explicações são ótimas para q eu possa mante-los bem até entregar a algum órgão responsável ou quem sabe devolver a natureza quando mais crescidos, já que onde moro tem bastante mata. Qualquer esclarecimento a mais entre em contato cmg. otavio_saf@hotmail.com
    obrigado!


  21. Olá Daniela,
    Estamos cuidando de filhotes de gambá que perderam a mãe atropelada. Eram sete, mas infelizmente perdemos um. Em nossa cidade não temos autoridade nem orgão competente para cuidar dos filhotes, então, depois de mais crescidos vamos soltá-los em uma mata no nosso sítio.
    Seu blog, foi de grande valia.
    Entraremos em contato via e-mail para outros questionamentos. Muito Obrigada. Natalia e Graça.


  22. Olá Daniela,
    Estamos cuidando de filhotes de gambá que perderam a mãe atropelada. Eram sete, mas infelizmente perdemos um. Em nossa cidade não temos autoridade nem orgão competente para cuidar dos filhotes, então, depois de mais crescidos vamos soltá-los em uma mata no nosso sítio.
    Seu blog, foi de grande valia.
    Entraremos em contato via e-mail para outros questionamentos. Muito Obrigada. Natalia e Graça.


  23. Daniela Says:

    Mais algumas respostas:

    Á Anônimo:
    Você não deixou contato, mas siga os procedimentos já descritos no blog, qualquer dúvida entre em contato.

    À Raoni:
    Continue com os procedimentos para alimentação e para eliminação de resíduos. Já conseguiu fazê-los defecar?

    À Cell (MM)
    Teve outro caso de alguém que entrou em contato relatando que no início eles só urinavam, mas com a massagem, eles começaram a defecar. Eles já conseguem fazer cocô?

    Á Fernanda Saens:
    Animais domésticos são um perigo para animais silvestres. Justamente por ser filhote, o gambá ainda não consegue se defender, e pode facilmente ser morto por cães ou gatos. O ideal é deixá-lo fora do alcance de outros animais.

    À Anônimo:
    Obrigada, fico feliz por ter ajudado. Realmente os gambás são criaturas lindas e muito interessantes. Quando eles já estiverem tomando bem a mistura sugerida no site, pode ir aos poucos oferecendo pedacinhos de frutas.

    À Eduardo:
    É muito difícil que autoridades locais recolham e cuidem de animais como gambás, pois não são animais ameaçados.
    Encontrei o contato da Secretaria do Meio Ambiente de Campinas, você pode tentar:

    Rua Dr Geraldo C Andrade, 255
    Campinas - SP, 13095-000
    (0xx)19 3255-3544

    Á Maria das Graças e Natàlia:
    Obrigada, espero que tenha corrido tudo certo.

    Á Graça – RJ
    Pelo o relato que você deu, creio que esteja fazendo tudo certinho. Para sua segurança removi seu comentário, pois continha seu contato telefônico. Caso queira falar comigo, me mande seu MSN, que eu lhe adiciono..


  24. Otávio Says:

    Boa noite Daniela! Gostaria de saber qual o momento ideal para devolve-los à natureza? Os filhotes possuem entre 11 e 14 cm de comprimento, se alimentam com a mistura descrita no blog e com banana. São bem ativos tbm! Assim q der mandarei fotos! obrigado


  25. Daniela Says:

    Otávio,

    Segundo as considerações de Fernando Minello, do Núcleo de Recuperação da Fauna Silvestre da Universidade Federal de Pelotas (Ufpel):

    "Se eles estiverem bem reabilitados, eles são devolvidos à natureza com até três meses. No entanto, é preciso considerar peso, tamanho e a capacidade de caça dos animais antes de soltá-los".


  26. sQuerida Daniela.
    Estou tendo problemas com meus filhotes. No sábado, dia 23,todas estavam bem. A maior media 14 cm e a menor 10.
    No domingo, justo a maior amanheceu prostrada, com taquicardia e dispneica. Pensei em pneumonia e lógo a separei das outras. Iniciei o tratamento aquecendo-a, alimentando-a a cada hora( ela engolia com dificuldade apenas 4 ou 5 gotas de cada vez).
    Hoje, 48 horas após, ela começou a reagir. Já se alimenta e respira melhor.
    O que está me assustando, porém, é que as outras, agora à tarde, começaram a ficar com as patas meio bambas apesar de estarem se alimentando,defecando e urinando normalmente.
    O que pode estar acontecendo? Estou muito preocupada.
    Obrigada.
    Beijos
    Graça.


  27. junior Says:

    ola daniela em primeiro lugar gostaria d parabenizar pela sua iniciativa d criar esse blog, suas informação estão sendo muito uteis, minha historia e como a de a maioria do pessoal q ja falou aqui, algum motorista deve ter achado que animal é imune a pneu de carro e resolveu passar por cima, digo isso pq a gamba estava em uma estrada reta e bem iluminada e provavelmente ele poderia ter freiado ou desviado, então deixou pra traz 7 filhotes orfãos,tenho alimentado eles como foi sugerido aqui no blog e tem dado certo estão fortes e bem ativos, mas notei q eles estão com uns vermezinhos bem pequenos tipo verme de mosca barejeira sabe? oq devo fazer?
    desde ja agradeço e peço desculpas pelo texto grande rsrs
    abraço a todos
    junior


  28. Graça Says:

    Bom Dia Daniela
    Após a última notícia sobre meus filhotes decidi meio desanimada juntar a "doentinha"com as outras.Foi ótimo, pois no dia seguinte todas estavam bem melhores. E, graças à Deus estão cada dia melhores.Preciso agora de orientação para iniciar um trabalho de adaptaçao para devolvê-las a natureza.
    Que Deus a abençoe e a recompence.
    Beijos.
    Graça


  29. Cristina Says:

    Olá posso dizer que foi um enorme prazer te encontrar,pois minha cachorra matou uma gamba e estou cuidando de cinco filhotes, o que gostaria de saber é até quando cuidarei deles? kkk
    um abraço


  30. Cristina Says:

    Olá posso dizer que foi um enorme prazer te encontrar,pois minha cachorra matou uma gamba e estou cuidando de cinco filhotes, o que gostaria de saber é até quando cuidarei deles? kkk
    um abraço


  31. oi,Daniela.Encontrei hoje pela manhã,uma gamba morta por um cão na rua,mas com nove filhotinhos vivos levei-os para casa mas não consigo alimentá-los,uma das cachorras de meu pai deu cria ontem e colocamos os filhotes com ela eles mamam na boca dos filhotes vou tentar aplicar as dicas que voce^passou até poder entregá-los á um responsável por estes animais.


  32. Bianca Says:

    oi,
    Na empresa onde trabalho, por saberem que amo os animais, acharam 2 filhotes de gambas e me entregaram, entrei em contato com o IBAMA de minha cidade e foi um jogo de empurra, chegaram a me dizer que só recolhem filhotes em extinção e que gambazinhos não estavam na lista. fiquei para morrer com essa informação, com isso estou cuidando deles, mas gostaria de saber com qnto tempo posso solta-los na mata?
    Os meus tem cerca de 13 cm, mas comem muito pouco, estou dando agua, leite desnatado com uma pitada de sal, frutas(banana,mamão, maça) mas comem muito pouco mesmo. Isso é normal??
    Moro praticamente na roça, ja que as autoridades não me deram a minima, estou pensando em deixa-los soltos em meu quintal e ter contato direto,mas sem coleira ou algo desse tipo, tenho que tomar algum cuidado? eles se acostumam comigo? meu avô disse que sim, mas quero opiniaão de uma especilalista.
    meu email: biazanette@yahoo.com.br
    por favor, me responda, desde ja obrigada.


  33. Bianca Says:

    oi,
    Na empresa onde trabalho, por saberem que amo os animais, acharam 2 filhotes de gambas e me entregaram, entrei em contato com o IBAMA de minha cidade e foi um jogo de empurra, chegaram a me dizer que só recolhem filhotes em extinção e que gambazinhos não estavam na lista. fiquei para morrer com essa informação, com isso estou cuidando deles, mas gostaria de saber com qnto tempo posso solta-los na mata?
    Os meus tem cerca de 13 cm, mas comem muito pouco, estou dando agua, leite desnatado com uma pitada de sal, frutas(banana,mamão, maça) mas comem muito pouco mesmo. Isso é normal??
    Moro praticamente na roça, ja que as autoridades não me deram a minima, estou pensando em deixa-los soltos em meu quintal e ter contato direto,mas sem coleira ou algo desse tipo, tenho que tomar algum cuidado? eles se acostumam comigo? meu avô disse que sim, mas quero opiniaão de uma especilalista.
    meu email: biazanette@yahoo.com.br
    por favor, me responda, desde ja obrigada.


  34. Tatiana Says:

    Olá! Estou com um filhote de gambá e quando tento alimenta-lo ele abre a boca e ameaça me atacar! Quando eu aproximo a colher dele e avança na colher. Como eu faço pra domesticar ele?


  35. Daniela Says:

    Ola Tatiana, você não deixou contato.

    Que tamanho tem este filhote? Peloo visto não deve ser muito pequeno.

    A partir dos 3 meses, eles já conseguem se virar sozinhos.

    Caso ele ainda seja muito pequeno, tente o procedimento do conta-gotas, seringa, caninho ou mamadeira pequena, com a receita que está postada no blog.

    Caso ele seja maior, tente alimentá-lo com pedaços de frutas.

    Abs,

    Daniela


  36. Raquel Says:

    Gostaria que alguém mandasse fotos dos excrementos de gambás!!! Aqui em casa é muito comum aparecer gambás no telhado. Tenho um filhote de Yorkshire que está com hepatite tóxica, a veterinária pediu para tentarmos identificar o que ele comeu e como seguidamente aparece no chão umas coisas pretinhas, parecidas com sementes de mamão, só que um pouco maiores (como a unha do dedo mindinho) com um odor forte, receio que seja fezes de gambá!!! Se álguém puder me ajudar, ficaria imensamente grata. Obrigada.


  37. Raquel Says:

    Esqueci de deixar meus dados!! Meu e-mail é: raquel.demoliner@bol.com.br
    Aguardo resposta o mais rápido possível.


  38. Casal Says:

    Em resposta à Raquel:
    Boa noite, sou estudante de veterinária e já criei muitos gambás, então pela descrição não me parece ser fezes de gambá não, até porque eles costumam defecar em grande quantidade, com aspecto que varia de pastoso à sólido, pelo menos do comprimento de um dedo indicador se esticado.
    Aconselho recolher o material que você observa e levar para um laboratório de diagnóstico para fazer cultura de bactéria ou fungo para descobrir o que é, ou então um exame coproparasitológico para buscar algum parasito.
    Espero que tenha ajudado.
    Fernanda


  39. Casal Says:

    Em resposta à Bianca
    01. Nunca dê nada com lactose para eles, pois pode causar degenerações oculares, além de diarréia.
    02. A principal fonte de alimentação deles é fruta, os meus amam papinha doce de neném da nestlé, ( é bom evitar a salgada porque contém cebola) mas é um pouco caro, se você souber fazer é bom, ou então forneça em forma de suco
    03. Carne é fundamental. mas deve ser suplementado o Cálcio. Recomendo comprar essas vitaminas em farmácia, em forma de comprimido ou pó, mas que contenha apenas carbonato de cálcio, NAO PODE TER FÓSFORO!!! Isso é muito importante, não tem uma quantidade certa, mas triture uns comprimidos e jogue por cima da comida, isso previne o surgimento de Hiperparatireoidismo Nutricional Secundário, muito comum em animais de cativeiro.
    04. Eles apesar de possuirem hábitos noturnos, necessitam de pelo menos 15 minutos de sol por dia, pelo menos nos primeiros 3 meses, para converter a Vitamina D em calcitriol e, com isso, não desenvolver a doença supracitada.
    05. A ração de cachorro é bem completa e dá muito certo pra alimentação deles em cativeiro, use úmida e seca, intercale, mas nunca esqueça das frutas.
    06. Eles comem pouco mesmo, mas se achar que estão comendo muito pouco tente alternar os itens da dieta pra descobrir o que eles gostam mais.
    07. Passam a maior parte do dia dormindo, então o fundamental é não faltar água e comida principalmente à noite.
    08. Eles são extremamente dependentes da mãe por muito tempo, até 5 meses são filhotões, então é importante mantê-los aquecidos, principalmente enquanto têm poucos pêlos. Depois, deixe uma caixa escura onde eles possam entrar e se proteger de vento, encha de toalhas ou panos para aquecê-los.
    09. Na fase icial, quando estão com olhos fechados ainda, pode-se usar leite NAM SEM LACTOSE ou PET MILK SEM LACTOSE. Em casos onde o animal é muito jovem, deve-se usar uma sonda , enfiando-a devagar na boca, passando por cima da lingua até o estômago do animal, mas isso já é um pouco mais complicado.


    Qualquer dúvida entre em contato, estarei feliz em ajudar
    nanda_vetuff@hotmail.com


  40. Casal Says:

    Em resposta à Bianca
    01. Nunca dê nada com lactose para eles, pois pode causar degenerações oculares, além de diarréia.
    02. A principal fonte de alimentação deles é fruta, os meus amam papinha doce de neném da nestlé, ( é bom evitar a salgada porque contém cebola) mas é um pouco caro, se você souber fazer é bom, ou então forneça em forma de suco
    03. Carne é fundamental. mas deve ser suplementado o Cálcio. Recomendo comprar essas vitaminas em farmácia, em forma de comprimido ou pó, mas que contenha apenas carbonato de cálcio, NAO PODE TER FÓSFORO!!! Isso é muito importante, não tem uma quantidade certa, mas triture uns comprimidos e jogue por cima da comida, isso previne o surgimento de Hiperparatireoidismo Nutricional Secundário, muito comum em animais de cativeiro.
    04. Eles apesar de possuirem hábitos noturnos, necessitam de pelo menos 15 minutos de sol por dia, pelo menos nos primeiros 3 meses, para converter a Vitamina D em calcitriol e, com isso, não desenvolver a doença supracitada.
    05. A ração de cachorro é bem completa e dá muito certo pra alimentação deles em cativeiro, use úmida e seca, intercale, mas nunca esqueça das frutas.


  41. Casal Says:

    06. Eles comem pouco mesmo, mas se achar que estão comendo muito pouco tente alternar os itens da dieta pra descobrir o que eles gostam mais.
    07. Passam a maior parte do dia dormindo, então o fundamental é não faltar água e comida principalmente à noite.
    08. Eles são extremamente dependentes da mãe por muito tempo, até 5 meses são filhotões, então é importante mantê-los aquecidos, principalmente enquanto têm poucos pêlos. Depois, deixe uma caixa escura onde eles possam entrar e se proteger de vento, encha de toalhas ou panos para aquecê-los.
    09. Na fase icial, quando estão com olhos fechados ainda, pode-se usar leite NAM SEM LACTOSE ou PET MILK SEM LACTOSE. Em casos onde o animal é muito jovem, deve-se usar uma sonda , enfiando-a devagar na boca, passando por cima da lingua até o estômago do animal, mas isso já é um pouco mais complicado.


    Qualquer dúvida entre em contato, estarei feliz em ajudar
    nanda_vetuff@hotmail.com


  42. Daniela Says:

    Fernanda, muito obrigada pela colaboração.

    Abs,

    Daniela


  43. OLÁ.
    Achei tres filhotes de gambá, eles estao do mesmo jeito que o gamba da sua foto, devo fazer todos aqueles passos descritos por você?
    Muito obrigada.
    naathacha_kisky@hotmail.com


  44. Este comentário foi removido pelo autor.

  45. gabrielle Says:

    ola, gostei mto do blog, axei de estrema importancia,trabalho em uma clinica veterinária e estou cuidando de 5 filhotes,nos primeiros dias dei leite morno,no conta gotas eles tomam super bem, dpeois axei o blog e começei a fazer a mistura e alimentá-los com ela,eles aceitaram bem, mais fiquei comuma duvida depois de ler a resposta da fernanda a bianca,pois na mistura sugerida acrescenta-se leite, mas na resposta a bianca diz q nunca se deve dar nada que contenha lactose aos filhotes, e ai como faço?meus filhotes estao bem, apesar d tomar leite,urinam e defecam normalmente, e esta espertos ate d+ !!! estou muito apegada a eles ,por isso gostaria muito q sobrevivessem,obrigada meu email é gaby_kurihara@hotmail.com


  46. ola gostaria de saber como devo proceder com o resgate de um gamba que acabei de achar na rua sendo lambido por um gatinho e se ele oferece algum tipo de risco para meus gatos e cachorros ja que pretendo cuidar dele.
    desde ja muito obrigado


  47. Daniela Says:

    Odete, siga os procedimentos já esclarecidos no post e nos comentários.

    É mais provável que vc deva ter cuidado para que seus cães e gatos não machuquem o gambazinho.

    Abs,

    Daniela


  48. Anônimo Says:

    Boa tarde.Aqui em casa a gente põe todos dos dias comidas para gambás,moramos perto de mato.Todos os dias elas vem.O problema é que achei ontem um filhotinho perto de meu quintal,deve ter cerca de uns 8 cm,tem os olhinhos não muito abertos.Estou tendo muita dificuldade para alimenta-lo,tentei com mamadeira especial p filhote ,mas ele nao sugou,estou dando em conta gostas o pet milk,mas ele não abre muito a boca e vou dando pelo canto.Já fiz a massagem ,mas até agora não fez nem xixi nem coco.Ontem mesmo tentei po-lo perto de onde a gente poe a comida para as gambás,mas elas me viram,mesmo eu escondida e so aparecerem de madrugada.E notei que depois que pus o filhotinho lá fora( pq ele ta bem aquecido na caixa de papelão),achei que ele ficou debilitado,com a respiração estranha,parecia um soluço,dai pus ele p dentro de novo e o aqueci com bolsa de agua,ai ele melhorou .Alguns anos atras aconteceu exatamnete isso,um filhotinho perdido e a noite pus e a mae veio buscar.Mas estou preocupada de ter que deixa-lo no sereno até a mae aparecer e ele acabar ficando doente.Por favor,me oriente ,devo tentar novamente deixa-lo a noite la fora?Gosto muito de animais e estou muito agoniada,quero q ele sobreviva e q a mãe dele venha p pega-lo.Se ele ficar la fora pode ficar doente? o que faço?POR FAVOR ,ME AJUDE.Obrigada.Meu email p contato é fab_hg@hotmail.com.Aguardo ansiosa a resposta.


  49. Anônimo Says:

    Essa mistura de pedialyte com agua destilada, é feita com xicara de café( que tamanho é a xicara)? obrigada.


  50. Oi Meu nome é Fernanda, e já postei aqui no blog. Estou recebendo muitos emais pedindo ajuda com gambás, e resolvi criar um blog para facilitar o contato, vou deixar o link para quem quiser entrar em contato!!
    http://comocuidardegambas.blogspot.com/


  51. Anônimo Says:

    ola,ontem encontrei no meu quintal uma femea de gamba e em sua bolsa havia 4 filhotes. estou cuidando dels mas são muito novos já abriram os olhos, infelismente estou mantendo aquecido,dei leite comum so vi hoje seu blog,eles não estão se alimentando.ah horas,existe mais alguma coisa que eu possa fazer?moro no rio de janeiro na barra da tijuca. e não conheço nenhun orgão que possa cuidar dele. ate poder ser solto na natureza.não conheço nada da espécie.queria muito que alguem pudese ajuda com um tel de um orgão que pude-se leva-los pois tenho medo deles morerem. e eu não conseguira cuida ate a reintrodução na natureza,esse eles 10 cm. aguardo ansiosa alguma resposta.URGENTE!!
    MEU EMAIL. JULIANAGOMESMARINHO@BOL.COM.BR
    OBRIGADA


  52. Anônimo Says:

    Olá, moro bem próximo ao parque nacional do Mendanha, e no final de semana, ao limpar o terreno, meu pai encontrou 2 filhotinhos de gambá.
    Eles são lindos e famintos...rs
    Estamos alimentando os filhotinhos até que eles abram os olhinhos e tenham tamanho suficiente para voltar ao seu habitat natural.
    Temos uma gambá que mora em nosso terreno, mas não temos visto ela.
    Fiquei preocupada em algum animal pegar os filhotinhos e por enquanto estamos cuidando deles, até que estejam independentes e voltem a natureza.
    Estão se alimentando bem, fazendo suas necessidades também. Graças a Deus estão tendo um ótimo desenvolvimento.
    Adorei seu blog! Q Deus te abençoe e continue te concedendo sabedoria e inteligencia para continuar ajudando os outros a cuidarem dos bichinhos!
    bjs Wanessa


  53. Laís Says:

    Boa Tarde, hoje de manhã meu visinho matou uma gambá com 6 filhotes na bolsa, e colocou ela em um saco plastico e jogou fora, eu então fui ver o que era e me deparei com a barriga se mexendo e vi que tinha filhotes peguei a gambá e levei pra casa um filhote morreu e sobrou 5, tive que cortar eles das mamas e agora tem um pedaço das mamas nas bocas, oque devo fazer? como retirar para poder amamentar? eles são muito pequenos, pelados, e estao com os olhos fechados.!! desde já agradeço e mande uma resposta no meu e-mail por gentileza. laiscamargo@ig.com.br


  54. Olá,

    Salvei do meu gato um filhote de gambá com 7 cm, muito fraco e pequeno. Ele não gosta de leite com mel, as vezes lambe um pouquinho, estou preocupada. Também tentei adaptar uma especie de estufa para mante-lo aquecido. Tentei ligar para todas as autoridades que em tese seriam responsáveis, mas um empurra para o outro, no Rio de Janeiro parece não haver estrutura para esta natureza de resgate.
    Ele não tem fome, muito eventualmente dá uma lambida no leite. O que faço?

    andreiacmari@gmail.com

    Obrigada,

    Andreia Cidade


  55. Brenda Says:

    Eu adorei as fotos que voce pois no seu site, acho que assim as pesoas percebem que o gamba num é um bicho de sete cabeças que seu cheiro é uma forma de se defender e que tambem são tão fofos quanto os outros animais


  56. Gabriel Genn Says:

    Ola Daniela, parabéns pelo "guia" de como cuidar de filhotes de gambá, é bem útil e pode ajudar a salvar muitos. Ontem eu encontrei em meu colégio um filhote de gambá de aproximadamente uns 7 cm, ele nao possui um olho e parece estar bem magrinho. O trouxe para casa porque em meu colégio eles queriam soltar-lo e por ser bem pequeno achei que iria morrer. Ele ainda nao possui dentes mas parece que estão quase para nascer e ja esta peludinho e de olhos abertos. Segui seus conselhos, fiz a formula só nao dei o pedialyte por nao ter tempo de comprar, li também que se pode dar agua de coco. Vou tentar. O gambazinho nao parece gostar da formula e nao quer comer nada, tentei varias frutas e alimento para gatos. Ele as vezes lambe a seringa com o formula mas nao ingere muita coisa. Ele esta quase sempre muito sonolento e procura sempre se esconder. Fiz as massagens mas ele ainda nao defecou só urinou em quase todas as vezes.
    Estou preocupado por ele nao comer se pode acabar se desidratando com o tempo.
    Uma foto dele http://fc08.deviantart.net/fs70/i/2011/250/4/8/too_young_for_this_by_mixmew-d495j0s.jpg

    Obrigado, Gabriel.
    e-mail: fool_sama@hotmail.com


  57. Gabriel Genn Says:
    Este comentário foi removido pelo autor.

  58. Sandra Says:

    olá meu nome é Sandra ,hj encontrei uma gambá atropelada com ela tinha 8 filhotes ,eles são muito pequenos tm menos d 7 centímetros e ñ abriram os olhos , estou alimentando eles com leite morno com um gonta gotas mas é díficil alimenta-los .Estou mantendo eles aquecidos com garrafas de agua quente o que mais posso fazer para eles sobreviverem ?
    meu email;sandra_zemmerman@hotmail.com
    desde ja obrigada


  59. leo Says:

    Olá professora encotrei um filhote de gamba no meio da rua ele é bem novinho ainda esta com os olhos fechados como devo alimenta-lo.


  60. Daniela Says:

    Olá Leo,

    Você não deixou contato! siga os procedimentos já descritos no blog!

    Abs,

    Daniela


  61. Livy Dalboni Werle Says:

    Minha cachorra colocou 6 filhotes de gambá aqui na porta... 5 já morreram antes que eu pudesse fazer algo! Um está ali dentro de uma caixinha forrada com um pijama velho, no sol fraco! estou tentando alimenta-lo mais ele é realmente muito pequeno! vou seguir seus conselhos e ligar para o zoológico! Obrigada pelas informações!


  62. Anônimo Says:

    Oi Daniela, meu nome é Beatriz e hj de manha encontrei um filhote de gamba em meu quintal, ele estava cheio de formigas e estava vivo! Joguei agua para retirar as formigas e coloquei-o dentro de uma caixa cheia de panos para que se aquecesse, gostaria que me ajudasse para saber o que eu deveria fazer. Ele é pequenos e tem 8 cm mais ou menos. O que seria essa solução eletrolítica de Pedialyte?
    Obrigada pela atenção desde ja!
    meu e-mail para contato : bibi_2007@hotmail.com


  63. Nanu Says:

    Bom dia.
    Moramos em Juiz de Fora/MG. Ontem à noite voltando para casa vi um gambá atropelado a uns 700 metros da entrada de nossa casa. Estava escuro e só deu pra perceber tratar-se de um gambá atropelado. Hoje cedo ao ir levar um filho no ponto de ônibus percebi que a barriga da gambá se mexia. Parei o carro do lado, abri a porta pra olhar melhor e me surpreendi com um monte de filhotinhos se mexendo. Tirei os bichinhos (9 ao todo) da barriga da mão morta e trouxe pra casa. Imediatamente ligamos para o Ibama, estamos aguardando retorno - só começam a atender após as 08:00h.

    É comum gambás aqui em nosso conodomínio. Convivemos pacificamente sem nos metermos uns (humanos) com os outros (gambás). Eventualmente um ataca galinheiros ou come ovos e filhotes de passarinhos com ninhos ao alcance. Não percebo, contudo, entre os vizinhos uma atitude hostil contra os esquisitões.

    Eles já deram tanta sorte ao não serem atropelados na barriga da mãe e ao serem resgatados que gostaria que lograssem alcançar pelo menos a idade adulta e completar um ciclo de vida normal pra um gambá. Vamos nos valer das dicas que você colocou pra tentar auementar as chances desses caras. Eles medem alto próximmo de 8cm (sem contar a cauda), estão com olhos abertos, xiam bastante mas não tem pelo.

    Vejamos no que dá.

    Parabéns pela iniciativa, nos foi muito útil mesmo!

    Abraço!

    Fernando e Fabíola


  64. Nanu Says:
    Este comentário foi removido pelo autor.

  65. Nanu Says:
    Este comentário foi removido pelo autor.

  66. yuri Says:

    devia ter procurado um site como esse antes,mas enfim.Eu moro em Maricá,RJ,minha cadela labrador e o yorkshire do meu tio atacaram um filhote de gambá.Eu e meu tio fomos em várias clínicas e nenhum veterinário trabalha com animais silvestres,então fomos cuidar dele.Depois de passarmos povidine,água oxigenada e um pózinho lá para animais feridos,pomos ele numa caixa,com água,leite e maçã.Mas já vi que maçã picotada não serve para alimentá-lo,então vou fazer essa solução que vcs falaram.Eu to preocupado pois ele é bem novinho,mas já tem bastante pelo,e segundo a vet amiga do meu primo lá do Rio,isso quer dizer que ele é mais velho.A pata dele,a junção do fêmur com o corpo tá bem machucada e ele levou mordidas no dorso.Não sei como fazer um curativo,nem sei se precisa,me ajude!E meu pai no tá de boa vontade com o pobrezinho,então estou com medo dele dormir do lado de fora,mesmo que seja na caixa em cima da mesa. Meu e-mail é yuri13_Brasil@hotmail.com


  67. Bruna Says:

    Boa noite professora, meu nome é Bruna, minha cachorra matou um gambá que estava com seis filhotes mas só um sobreviveu, estou cuidando dele dá forma como você ensinou, mas estou estimulando e só sai xixi, não sai as fezes, o que eu faço? Gostaria de saber tambem se o gambá urina e defeca pelo mesmo orificio? Deixo me email ssallesbruna@yahoo.com.br.
    Obrigada.


  68. Noemi Says:

    oi achei um filhotinho de gambá estou apaixonada por ele e não gostaria de devolve-lo a natureza, posso ficar com ele sem prejudicar sua saude?
    Obrigada


  69. Daniela Says:

    Ola Noemi, voce não deixou email para contato.

    Respondendo sua pergunta, manter animal silvestre em cativeiro é crime, e o melhor lugar para ele é a liberdade na natureza.

    Abs,
    Daniela


  70. Carlinha Says:

    Olá Daniela!
    Entrei no seu blog pela primeira vez ontem, quando meu pai achou um filhote de gambá preso à mãe que estava morta atropelada.
    Achei GENIAL! Sua iniciativa salvou um gambazinho nesse fim de semana! =)
    Parabéns! De verdade!
    Lí os comentários sobre a doença de chagas e gostaria de saber se ha a possibilidade da mãe passar a doença durante a gravidez ou parto..... Ou apenas se ele entrar e contato com as fezes da mesma...

    Também gostaria de colocar algumas idéias que tivemos....
    Colocamos numa caixa forrada com panos, com uma lampada 220w ligada numa voltagem de 110w (para evitar ao maximo a possibilidade de queimar) pendurada para dentro dela. Dessa forma, ele se posiciona em relação a lampada conforme seu frio. Bem próximo a lampada e ao lugar onde ele fica normalmente, improvisamos uma "tetinha" usando um bebedouro de ramster do qual tiramos a biqueira e trocamos por um conta-gotas de rinossoro... pois como ele é pequenininho nao conseguia tomar direito na outra biqueira.... estando perto da lampada a mistura fica sempre morninha..... Obom desse esquema é que ele tem um menor contato com humano, e talvez fique mais facil integra-lo a natureza novamente.
    De ontem para hoje ele ja pegou direitinho o esquema!!!Sem tralmas.... hheheh
    é muito inteligente..... e é tao feinho que chega a ficar bonitinho! hahaha

    Obrigada pela ajuda.


  71. Rubia Says:

    Olá!!
    Esse site foi um achado! Salvei um gambazinho das garras do meu gato. Estou tentando cuidar dele, o coloquei em uma caixa com jornal picado e uma garrafa de agua quente. Estou dando leite, mas ele está evacuando mole. Vou tentar mudar para a mistura que vc falou. Acho estranho porque ele não fica em pé, e de vez em quando gira o corpo várias vezes, como se estivesse tendo um convulsão, o que pode ser? rubiashines@yahoo.com.br


  72. Rubia Says:

    Olá!!
    Esse site foi um achado! Salvei um gambazinho das garras do meu gato. Estou tentando cuidar dele, o coloquei em uma caixa com jornal picado e uma garrafa de agua quente. Estou dando leite, mas ele está evacuando mole. Vou tentar mudar para a mistura que vc falou. Acho estranho porque ele não fica em pé, e de vez em quando gira o corpo várias vezes, como se estivesse tendo um convulsão, o que pode ser? rubiashines@yahoo.com.br


  73. Carol Says:

    Olá,
    o meu caso é um pouco diferente. Sou estudante de biologia e ontem eu recebi 2 filhotes de Riphidomys mastacalis ( um roedor ). O gato de um amigo meu matou a mãe que estava escondida na casa de campo dele. Os filhotes são neonatos e estou com dificuldade para alimentá-los. Será que eu poderia dar o leite NAN para eles tbm ? tem que aquecer ? tem que dar o suplemento de cálcio tbm ? Me ajude por favor...tenho que salvar esses bêbezinhos.


  74. andressa Says:

    Olá meu avo achou uma gamba com seus filhotes mais so que a mae estava morta entao estou fazendo o maximo possivel,ele ainda nao abriu os olhos e nem bebe tanto leite estou com medo dele morrer as vezes ele da uma lambida no leite mais nao demora muito ele desiste estou mantend ele aquecido, gostaria de saber se vc tem mais alguma sugestao,estou muito preocupada.estou aguardando seu contato.

    Email: andressaribeiro-rj@hotmail.com


  75. Daniela Says:

    Olá Carlinha,

    Obrigada por compartilhar sua experiência!Fico feliz que este post esteja sendo útil. Eu trabalho com pesquisa de pequenos mamíferos e inclusive no meu último campo tive que cuidar de alguns desses bichinhos.

    Sobre a doença de Chagas, como eu comentei não há muitos estudos a respeito, mas a princípio o animal pode ser contaminado se comer um barbeiro ou entrar em contato com fezes que contenham o Trypanossoma cruzi.



    Cara Carol, você não deixou email de contato! Eu nunca cuidei de um neonato de roedor! Você pode tentar alguma das receitas sugeridas para filhotes de marsupiais, mas realmente eu desconheço o que seria mais adequado! Caso você consiga alguma informação, por favor compartilhe aqui no blog!

    Abs,
    Daniela


  76. Anônimo Says:

    Olá, resgatei 3 gambás da mãe q foi atropelada, mas eles só ficam dormindo, comem mt pouco e em 2 dias não defecaram ou urinaram, sendo q não consegui estimulá-los como vc orientou. É normal eles ficarem assim?

    email: davi_rezende@hotmail.com


  77. thais Says:

    Olá... No último final de semana meus cachorros atacaram uma gambá... E com ela tinham 9 filhotes, achamos que estavam todos mortos, pois estavam espalhados em todo pátio. Mas começamos a escutar uns barulhos, quando vimos tinha um filhotinho vivo, machucado no olho. Estamos cuidando dele desde então. Seu blog foi mto útil, pois não tínhamos nem ideia de como cuidar de um gambazinho. Mas ele não defeca, só urina, eu estimulo bem, mas só sai xixi. Isso é normal? Quando posso começar a dar comida enlatada? Outra pergunta, sobre a hidratação, só póde ser feita com aqueles materiais que vc escreveu? Ou pode ser soro fisiologico? Pois não acho eles aqui na minha cidade. Muito Obrigada por todas as dicas, sem elas com certeza ele não teria sobrevivido.

    e-mail: thaiscecere@hotmail.com


  78. Anônimo Says:

    Olá Daniela, fiquei triste porque vc falou que devo devolver meu gambá para natureza. Tenho medo que algum animal o machuque.Gostaria de saber se ele enxerga. O meu gambazinho está com 14 cm,eu o achei dia 8 de outubro, já com pelinhos no corpo.Será que ele está no tamanho ideal?alimento ele com ração de gato, frutas e ovo, mas ele prefere ração. Muito obrigada. adorei seu blog.meu email_ BELA.NO@HOTMAIL.COM


  79. Anônimo Says:

    Bom,achei 2 filhotes de gambá no meu quintal,depois de uma forte chuva...um come sozinho mais o outro quase não anda, queria saber oq posso fazer para ajudar esses dois filhotes de gambá a sobreviver?!
    * que tipo de alimaento devo dar?!
    coloquei eles em uma caixa de papelão com uma toalha, mais não sei se isso esta ma forma correta.
    espero que possam me ajudar...Obrigado


  80. Anônimo Says:

    olá Daniela, cuido de um gambá desde filhote, ele está com 4 meses, eu gostaria de ficar com ele, mas tenho pena. Moro no RJ, gostaria de deixá-lo em um lugar seguro, você conhece algum? O problema é que não posso soltá-lo em qualquer lugar, pois tenho medo dele não conseguir se alimentar sozinho, o que devo fazer? Obrigada. Noemi- Email bela.no@hotmail.com


  81. Anônimo Says:

    Olá Daniella, muito obrigada pelas informações contidas no seu blog, me ajudaram muito, consegui cuidar de um filhotinho de gambá até a idade adulta, utilizei sua receita de mel, ovo e leite, mas esta gerou severa diarrei nele, queria só destacar que é imporatante avisar ao pessoal que o leite precisa ser sem lactose, para evitar inflamações intestinais nos bichinhos, que pode levá-los a óbito. Muito obrigada por tudo, abraços.


  82. shirlei Says:

    0i minha cachorra mato uma gamba e ela tinha 6 filhotes na bolsa comprei seringa pra alimentar eles entrei em contato com bombeiro policia ete com o ibama um cara do ibama me disse pra deixar os filhotes no mato ate eles acharem uma mae adotiva fiquei indiguinada com a friesa de alguem que deveria cuidar de animais indefezos.vc sabe se tem alguem altorisado para cuidar deles. tem medo de me apegar a eles e eles nao conseguirem voltar para o meio ambiente agurdo sua resposta no email shirlei.nena@gmail.com


  83. Silviaff Says:
    Este comentário foi removido pelo autor.

  84. Silviaff Says:

    Minha vizinha me avisou que havia um gambá estirado no chão em uma casa próxima, e que provavelmente havia sido mordido por um cão. Fui lá resgatá-lo e ele tem dois machucados no corpo. Não se mexe e estava frio, provavelmente foi a noite... Mas ele respira...Já o embrulhei em uma toalha e o coloquei em uma caixinha. Não é filhote, mas também não é adulto... Liguei para a PATRAM (54 99510679) mas ninguém atende... Não sei o que fazer, pois não sei se o machucado atingiu algum órgão vital... Meu marido ligou e pensou que talvez atingiu a coluna, senão o bichinho estaria se mexendo... E ele fica só deitadinho e respirando devagar... Quais os procedimentos a tomar? Tentei colocar agua na boquinha dele, mas ele nem abriu...


  85. Silviaff Says:

    meu e-mail eh silviaff@gmail.com. Agradeço qq resposta.


  86. Anônimo Says:

    olá, apareceu um gamba aqui em casa, ja bem debilitado com 9 filhotes na bolsa, e todos mortos, e hoje fui dar comida e tinha varios vermes na bolsa dela, tirei tudo e limpei, ela nao mastiga, só toma agua que eu dou numa seringa, nao sei mais o que fazer.


  87. Daniela Says:

    "Anônimo disse...

    olá, apareceu um gamba aqui em casa, ja bem debilitado com 9 filhotes na bolsa, e todos mortos, e hoje fui dar comida e tinha varios vermes na bolsa dela, tirei tudo e limpei, ela nao mastiga, só toma agua que eu dou numa seringa, nao sei mais o que fazer."

    Olá, você não deixou o contato! Pelo visto o gambá está bem machucado, será que não foi atropelado? Ele pode estar com alguma fratura interna.

    Eu cuidei de um gambá atropelado por umas semanas, e inicialmente ele nao comia muito mesmo. Pode tentar dar frutas diversas e ração de gato. De repente ração com um pouco de água, para facilitar a mastigação.

    Qualquer dúvida mande um email: danyrocker@gmail.com

    Abs


  88. Anônimo Says:

    ola daniela eu achei um filhote, eu fiz de tudo para sauvalo mas ele tava muito machucado mas ele nao resistiu ao ferimentos,isso foi muito marcante para mim nao conseguir salvar o gambá


  89. cecilia Says:

    Olá Daniela, eu também estou cuidando de filhotes de gambá e estão ocorrendo crises parecidas com convulsões em uma das fêmeas. Primeiro ela corre pela caixinha rapidamente e fica estática, com a boca bem aberta, algumas vezes respira forte, outras fica toda endurecida, corpo rígido, falanges tensionadas, sem respirar. Aos poucos vai relaxando e volta quase ao normal, pois antes da primeira crise ela era mais agil, curiosa e agora está lenta e insegura. Ela tem pelos curtos, abriu os olhos nesta semana, tem 8 cm. O que posso fazer por ela? A alimentação, urina e fezes estão normais. Grata, ceciliascarpa@hotmail.com


  90. Luciana Castelli Says:

    Olá Daniela
    Eu resgatei do ataque de caes 3 filhotes de gambá . Infelizmente a mae morreu . Imediatamente procurei uma ONG , daqui da regiao de Vinhedo , que cuida de animais silvestres. Por problemas financeiros eles recusaram o resgate dos filhotes , entao comecei a cuidar deles em casa . Pesquisei na internet sobre filhotes de gamá e veio o seu blog .
    Estou fazendo como vc esinou , aquecendo eles com uma luz amarela ( incandescente ) e jornal . Estimulei-os a urinar e defecar com algodao molhado em agua morna massageando a barriguinha e o anus . Incrivel pq um deles na hora fez xixi.
    A alimentacao eu consultei a veterinaria da ONG que recomendou dar danominho , isso mesmo acredite , diluido em um pouco de agua . Eles adoram e ela disse me que é mais seguro que o ovo cru pois pode conter salmonela e prejudicar os filhotes .
    Tb estou oferecendo papinha de banana ou mamao , sempre com um pouqnho de agua para facilitar a ingestao . Deixo um potinho com agua mas lembrando que precisa ser pequeno mesmo porque eles podem entrar dentro e se afogar ..... Eles sao curiosos e ja vi que eles entram no pote!
    Outra dica legal que a veterinaria me deu foi colocar racao de gato , porque vai chegar um momento em que o dentinhos começam a nascer e eles gostam de roer .
    Eu percebi que os filhotes aqui nao queriam mais tomar o danominho na seringa . Eles mordiam a ponta e a partir dai dei a racao e eles ja estao comendo ......
    E o fundamental : trata-los como animais silvestres . Nao acaricia-los , ficar com eles no colo ..... Eles nao sao domesticados e nem domesticos ! Qdo recolocados na natureza precisam dos seus instintos proprios para sobreviver.

    Um grande beijo a todos que protegem e amam os animais !

    Luciana Castelli. Email lucastelli77@hotmail.com


  91. Luciana Castelli Says:

    Desculpe !

    É Danoninho .


  92. Anônimo Says:

    Olá, ontem de noite eu e meu namorado encontramos uma gambá machucada, meu cachorro a pegou. Ela estava com 7 filhotinhos, um não sobreviveu, a mãe também não. Hoje de manhã todos os 6 estavam vivos! Eles são bem pequenos e não abriram os olhos ainda, e não comeram nada, tentei dar leite mais não abriram a boca... me ajudem,como posso cuidar deles?? Quero salva-los


  93. Daniela Says:

    Obrigada pelas colaborações.

    À quem posta anônimo e não deixa contato de email, eu não tenho como retornar... A dica geral é de que leiam os passos contidos na postagem, e as experiências do pessoal que comenta. Abs. Daniela


  94. cristinacastellano@gmail.com Says:

    Oi,
    Encontrei dois filhotes de mais de 8 cm. Não sei se posso soltar na natureza. Quando posso soltar?


  95. 20313131 Says:

    Hoje perto da empresa que trabalho que é um lugar que tem bastante area verde uns animais da empresa ao lado mataram um gambá para poder comer..., o gambá ja encurralado e machucada expeliu os filhos antes de morrer..., soube da noticia po rum colega e quando fui ao local encontrei um único filhotes no meio das folhas..., não consegui deixa-lo morrer no tempo e resolvi levar para casa..., so que agora para meu desespero e da minha mulher não sabemos o que fazer pois esta muito novo e acho que ainda não esta abrindo a boca..., ele só tem 2cm. E agora??? Augusto 21-78905807 113*74900 augusto_cesar81@yahoo.com.br


  96. Estou cuidando de um filhotinho desde o dia 02.11.12, ele só mama a receita que peguei aqui no blog, até agora não come nada, já ofereci frutas e ele nem chega perto, só dorme e tenho que acordá-lo de 3 em 3 horas para a mamadeira, ora ele aceita mais, ora menos. Acredito que ele deve ter uns 30 dias de vida, tem dentinhos mas não come nada, está com +- 13 cm, faz xixi e coco uma vez ao dia.Mantenho ele em caixa com pedaços de cobertor, dentro de meu banheiro pois tenhos medo que meus cães possam machuca-lo. Pergunto: quando ele começará a comer e daqui a quanto tempo posso devolvê-lo à natureza.
    https://www.facebook.com/photo.php?fbid=3470155251146&set=a.1620599053397.68307.1789075499&type=3&src=https%3A%2F%2Ffbcdn-sphotos-g-a.akamaihd.net%2Fhphotos-ak-snc6%2F178694_3470155251146_1715167097_o.jpg&smallsrc=https%3A%2F%2Ffbcdn-sphotos-g-a.akamaihd.net%2Fhphotos-ak-snc6%2F602611_3470155251146_1715167097_n.jpg&size=2048%2C1962

    sandragigeck@terra.com.br


  97. Anônimo Says:

    Eu quero saber como e o cocozinho da gamba


  98. nanario Says:

    Oi boa noite,estou precisando e ajuda.Estou cuidando de um filhotinho de gambá faz 2 meses,ele toma leite nan sem lactose,tudo estava bem até que hoje por volta das 21 hs fui dar leite para ele e achei estranho,ele estava tremendo como se estivesse com frio,coloquei ele no chão e ele não andou,parecia que as pernas paralisaram,ficou com o coração acelerado e a coluna torta.Eu realmente não sei nem explicar direito o que houve só sei que meu filhotinho querido não esta bem;estou observando ele pra ver se acontece mais alguma coisa.Andei dando uma olhada na net e vi várias doenças(raiva por exemplo)estou com medo de ser algo sério e que eu não possa fazer nada e que ele morra.estou muito apegada a ele,pois venho cuidando dele desde que ainda tinha os olhinhos fechado,Será que você saberia dizer o que pode ser?estou chorando muito com peninha dele,quando eu achei ele sozinho na rua e decidi trazer para casa para cuidar,eu só queria que ele crescesse e seguisse o caminho dele,mas eu quero que ele fique bem para isso,e não que seja um animalzinho com problemas.
    por favor se você souber o que possa ser me avise logo estamos precisando disso!
    muito o brigada por tudo.
    Parabéns pelo blog,esta sendo de muita ajuda!
    Adriana catarina.


  99. Nanario vc está fazendo as massagens na barriguinha dele pra ele fazer coco e xixi?


  100. Daniela Says:

    Olá Nanário, você não deixou email para contato! A Silvia lembrou bem, você faz as massagens para ajudar a eliminar os resíduos? Habitualmente o bicho evacua certinho? Ele se alimenta apenas de Nan? Ele já deveria estar comendo outras coisas, leia com atenção as sugestões de alimentação no post...
    Dei uma olhada no blog da estudante de veterinária, a Fernanda e constava isso http://comocuidardegambas.blogspot.com.br/2011/02/como-perceber-o-aparecimento-do.html... Tente contato, talvez ela possa te ajudar (nanda_vetuff@hotmail.com). Espero ter ajudado. Abs, Daniela


  101. Olá:
    Hoje apareceu aqui perto de casa um filhote de cuica de três listras, que é aparentado do gambá. Tem mais ou menos cinco centimetros, fora a cauda. Gostaria de saber como cuidar dele para tentar salvá-lo. Por enquanto estou mantendo-o bem aquecido em um ninho de pano, perto de uma lâmpada, e oferecendo leite de duas em duas horas. Poderia me dar algumas dicas de como mantê-lo?
    José Anilto
    Ribeirão Pires - SP
    cap.anilto@gmail.com


  102. Pedro Felga Says:

    Ola, preciso de ajuda, encontrei 6 filhotes de gamba, a Mãe estava morta, eles são muito novos e ainda não tem pelo no corpo, a boca é muito pequena.. gostaria de ter orientação para podelos alimentar, já coloquei eles em uma caixa com bolsa aquecida e achei no blog a alimentações adequada mas por causa do tamanho deles é bem complicado faze-los comer... sou tecnologo em gestão ambiental e moro em goiânia minha irmã esta me ajudando ela cursa veterinaria e ja cuidamos de varios filhotes de cães e gatos, certa vez encotrei trez desses filhotes mais eram ainda menores e não passaram do 3° dia..quem souber de alguma ong ou instituição na região que pode cuidar dos animais por favor me avise...pedrocfelga@hotmail.com


  103. O Seelwa Says:

    Cara Daniela, teu sitio é de estrema importância para quem se depara com a tarefa de precisar cuidar de uma prole de 10 gambás até fazer o correto encaminhamento a uma instituição que faça a reintrodução destes animais silvestres ao seu hábitat. Tivemos esta missão e conseguimos realizá-la com êxito por meio das dicas que aqui colhemos. Hoje estão encaminhados ao Núcleo de reabilitação da fauna Silvestre ligado a Universidade Federal de Pelotas - Instituto de Biologia. Obrigado, muito bom trabalho. William Seewald


  104. Daniela Says:

    Obrigada William Seewald!

    Muito ler isso e ver que realmente este post está sendo útil! Agradeço aos demais também, e espero poder contribuir, pelo menos um pouquinho para o cuidado com os filhotinhos de gambás.

    Abraços,
    Daniela


  105. Anônimo Says:

    Bom dia estou com filhote de gamba bem pequeno peço ajuda se tem uma ong no rio de janeiro moro em niteroi .renatapreces@hotmail.com


  106. Gisele Says:

    Bom dia Daniela,
    muito obrigada pelas suas informações!! Graças a elas conseguimos salvar um filhote de gambá, uma fêmea, cuja mãe foi morta por cães.
    Gostaria de deixar mais uma dica para quem quer informações a respeito, que é o blog "Como cuidar de gambás" (http://comocuidardegambas.blogspot.com.br/), que também tem bastante informação a respeito.
    Abraço!
    Gisele


  107. Irisabel Says:

    Preciso de ajuda, urgente. Um dos filhotes de gambá de mais ou menos 21 dias está ficando com os olhinho embaçados e como aumentados, parei o danoninho e passei a dar só o pet milk e papinha de frutas mas está piorando. O que faço???


  108. Daniela Says:

    Olá Irisabel, você não deixou email para contato.

    Re-leia os passos descritos no blog com atenção sobre a alimentação e a massagem para evacuação principalmente.

    Ele pode estar desenvolvendo alguma doença, portanto sugiro que entre em contato com a veterinária Fernanda, ela também tem um blog sobre como cuidar de gambás. (http://comocuidardegambas.blogspot.com.br/ e email: nanda_vetuff@hotmail.com).

    Boa sorte com o bichinho.
    Abraços,
    Daniela


  109. Anônimo Says:

    Moro em Campinas no distrito de Barão Geraldo e onde moro tem muitos gambas, so na minha casa eu ja reconheço uns 6 que frequentam, uma femea esta com filhotes, como moro aqui a pouco tempo ela se assustou uma vez e deixou um filhote pra tras, porem deixei ele no mesmo lugar e ela voltou para pega-lo agora ja se acostumaram comigo, as vezes deixo frutas, mas agora com esse contato notei que eles estao com os pelos feio e com falhas e como nunca tinha visto gambas antes nao sei se eh normal um abssesso no bumbum q parece que vai rastejar. Se souber algo a respeito agradeço. Mystina - mystina@globo.com


  110. Anônimo Says:

    Primeiramente gostaria de parabenizá-la pelo blog me ajudou muito. Peguei um filhote de gambá pois sua mãe morreu eletrocutada e fiquei com pena tem 3 dias hoje. Ele aparenta ter um mês ainda não tem dentes na boca mas já tem o corpo coberto de pêlos. comecei dando apenas leite integral com um pouco de água ela comeu mas só um pouquinho ai vi no seu blog a questão do ovo e fiz e ela comeu muito, estmulei para que fizesse xixi e fezes e deu tudo certo. Só que acho que ela colocou a mãozinha nos olhos e está meio inchdo e quando ela acorda ela se sente incomodada e tenta com a patinha limpar o olho, fico com receio pois ela acaba machucando mais ainda, lavei o olhinho dela com soro, tem mais alguma coisa que poderia fazer para ajudá-la a desinchar o olho é pouca coisa mais está inchadinho. com relação a alimentação hoje comprei uma papinha de banana com aveia e ela comeu bastante. fico no aguardo de mais instruções.
    vivianerodrigues21@yahoo.com.br


  111. Ola,boa tarde!
    Meu nome e mayumi moro em bragança-PA,hj pela manhã achei uma mamãe gamba morta no meu quintal e tinha cinco filhotes sendo que um estqva morto. Resgatei os quatro vivos estava dando leite ate ler seu post,mais tenho uma duvida eles tranmitem alguma doença?tem chances deles sobreviverem?eles Sao bem novinhos peladinhos tenho meso deles morrerem...
    mayumimlb@gmail.com


  112. David Bruno Says:

    Ola meu nome é bruno eu encontrei um filhotinho de gamba mais estou com medo de cuidar dele pq nao sei quais sao os riscos de ter contato com um animal assim quero saber se ele transmite alguma doença se morde etc por favor me respondam obrigado meu email é bruninhopmj@gmail.com aguardo


  113. Olá
    Me chamo Heloisa e moro em Maricá no RJ, Estou cuidando a uma semana de dois filhotes de gambá. Está tudo indo bem graças as orientações do blog.Agora com faço para reintegra-los a natureza? Qual o tamanho certo e como fazer? Eles são lindos! Acham que eu sou a mãe deles. Porém, tenho cachorros e não posso deixá-los soltos. Aguardo resposta.
    Obrigada
    Meu e-mail: heloroch@gmail.com


  114. Olá
    Me chamo Heloisa e moro em Maricá no RJ, Estou cuidando a uma semana de dois filhotes de gambá. Está tudo indo bem graças as orientações do blog.Agora com faço para reintegra-los a natureza? Qual o tamanho certo e como fazer? Eles são lindos! Acham que eu sou a mãe deles. Porém, tenho cachorros e não posso deixá-los soltos. Aguardo resposta.
    Obrigada
    Meu e-mail: heloroch@gmail.com


  115. Anônimo Says:

    olá meu nome é Carla e gostaria de saber se a clara do ovo é prejudicial ao gambá filhote?


  116. Anônimo Says:

    olá meu nome é Carla e gostaria de saber se a clara do ovo é prejudicial ao gambá filhote?


  117. Flavia Lage Says:

    Estou cuidando de um filhote de gamba, achei ele tem 5 dias, ele ainda estava sem pelos e agora esta com os pelos nascendo, um olho esta começando a querer abrir e notei q tem uns dentinhos nascendo, mas to achando ele mt magrinho, queria saber se posso dar também papinha da Nestlé?
    Obrigada
    Flavia


  118. Flavia Lage Says:

    Meu email
    fv.lage@hotmail.com
    Flavia


  119. Flavia Lage Says:
    Este comentário foi removido pelo autor.

  120. Lucas Rocha Says:

    Olá, boa tarde!

    Achei um filhote de gambá caído próximo a umas arvores, ele estava bem fraco e com uma pequena hemorragia em seu focinho. Já tem um dia que estou tentando cuidar dele, de ontem para hoje ele deu uma melhorada. Hoje cedo deixei ele andar no quintal de casa, ele urinou e fez coco, mas continua bem fraquinho.

    O que eu reparei de estranho nele é que depois de um tempo ele começou a andar em volta de si mesmo e quando, esta deitado ele fica todo encolhido. ... achei muito estranho e não consegui identificar o motivo, as patinhas estão perfeitas e aparentemente não tem nenhum osso quebrado.

    Poderia me ajudar ?

    meu email é tec.lucasrocha@gmail.com

    Aguardo ansiosamente sua resposta!


  121. paloma Says:

    Gente acabo de achar uma gambá e ela morreu, porém vi que tinha filhotes alguns estavam motos e sobreviveram 2 não sei oq fazer. Alguém pod me ajudar??


  122. Anônimo Says:

    bruna stefani

    Olá estou com 6 filhotes de gambá e gostaria de saber como eliminar uns vermes que estão neles?

    bna.ssc@hotmail.com